terça-feira, 9 de setembro de 2008

Despertando e mudando

Hoje lí uma coisa muito interessante que dizia respeito a diferença entre acordar e despertar. Isso me levou a refletir sobre os momentos de minha vida nos quais eu despertei para algo que de fato a tenha mudado ou simplesmente minha atitude ou olhar para algo mudou. Sim, creio que não dá para se falar em despertar sem ao menos cogitar alguma mudança. E toda mudança é dolorida, nos traz perdas.

Para mudarmos algo mínimo em nossa vida temos motivos vários que nos impulsionam a isso; seja por escolhas, preferências, seja por necessidades. E não tem como fugir; para haver uma mudança concreta, primeiramente ela deve ocorrer de dentro para fora...não dá para mudar o jeito de viver, sem antes mudar a maneira de pensar.

Sair de nossa área de conforto ou ser autocrítico suficiente para conseguir enxergar que a forma com a qual pensamos ou levamos nossa vida não está ocorrendo da melhor forma, é tarefa árdua e mais árdua ainda é quando precisamos dar um giro de 180º para alcançarmos algum objetivo de mudança.

Mas como saber se a mudança valerá a pena?Se não irei me arrepender?Se não existe opções melhores? Se a decisão é a correta?

A conclusão que chego é a de não existir receitas e tampouco respostas.Esse é o barato da vida! Enfrentar desafios, mecher com as peças fazer a nossa história e não simplesmente passar por esse mundão em brancas nuvens.

4 comentários:

A filha única disse...

Eu sinto que acordo todos os dia,s mas raramente desperto :~
Obrigada pelo lonk, ja retribui :)
beijo ;*

A filha única disse...

*link

Nathállia Motta disse...

Pode deixar qui eu vou botar no blog as fotos!
Mas não quero botar agora pois eu não fiz com os materiais apropiados!
Vou comprar e passar ai fica mas profissional!hahahau

To mi achando(to brincando)

Beijos

Ludmila Arruda disse...

oi queridona!
sabe as vezes eu olho pra trás depois de tantas coisas que me "obriguei" a fazer devido a necessidade de querer me desafiar...que as vezes me canso de mim mesma. e me arrependo ou tenho duvidas se certas coisas que fiz...será que foram as melhores escolhas.? mas a vida é isso. é vc se permitir escolher. e certamente eu sou uma pessoa que prefiro me arrepender do que eu eu fiz do que eu não fiz. foi baseado nisso que que hj estou na cidade de campos, que hj trabalaho com escola e conheço as pessoas que conheço. a vida segue caminhos tão inimagináveis, que nos surpreendemos. então...permita-se !
pra um ganhar o outro precisa perder... é igual a lei da gravidade. não tem saída! bjsssssss