terça-feira, 2 de setembro de 2008

Regras sociais...blááááááááá

Eu devia estar contente, porque eu tenho um emprego sou um dito cidadão respeitável e ganho quatro mil cruzeiros por mês (...)Eu devia estar feliz pelo Senhor ter me concedido o domingo pra ir com a família no Jardim Zoológico dar pipoca aos macacos...Ah!Mas que sujeito chato sou eu que não acha nada engraçado macaco, praia, carro, jornal, tobogã...Eu acho tudo isso um saco(...)É você olhar no espelho se sentir um grandessíssimo idiota, saber que é humano, ridículo, limitado, que só usa dez por cento de sua cabeça animal...E você ainda acredita que é um doutor, padre ou policial, que está contribuindo com sua parte para o nosso belo quadro social (...)Eu que não me sento no trono de um apartamento , com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar...(Ouro de Tolo-Raúl Seixas)

Aiii, tem horas que as regras, normas sociais de merda nos faz refletir a respeito de nossas vidas comuns, sem adrenalina, institucionalizadas, dentre outras coisas que deixam a vida cada vez mais tediosas; me entristece lembrar em que os anos vão passando e a gente deixando de aproveitar a vida como deveria...Só tenho uma certeza hoje, não me sentarei no trono do AP para esperar a morte chegar...Simplesmente VIVEREI!!

Nenhum comentário: