sexta-feira, 26 de março de 2010

Te desprezo, sabe por que?

Fico impressionada com minha frieza em relação a sentimentos em determinadas situações.Não que eu seja insensível ou não queime de paixão e amor por quem eu preze, ou até mesmo que não tenha sentimento humanitário às pessoas que não conheço, mas que passem por situações difíceis. Afinal eu até choro em cenas sentimentais da novela das 8/9 ou filmes melodramáticos.
A situação é que,acredito ser defesa minha mesmo, quando eu desisto de uma pessoa, simplesmente não consigo sentir mais nada, e é mais nada mesmo! Ela não me comove, não me preocupa, não me faz rir , nem chorar...simplesmente ela para de existir para mim.
Graças a Deus foram poucas as pessoas que despertaram isso em mim, mas é tão forte, tão concreto e permanente que me assusta de verdade.
Poderia chamar isso de que? DESPREZO?
Acredito que sim, pois o silêncio é a mais perfeita expressão do desprezo e dessa forma que reajo nessas situações, permanecendo em um constante silêncio. Nossa, o silêncio...
É incrível o poder em que ele tem de falar muitas coisas sem nem ao menos serem ditas.

Nenhum comentário: