sexta-feira, 20 de julho de 2012

De quem é a culpa?

Dias e dias sem pesar...tenho me sentido mais leve, algumas pessoas afirmando que me acham mais magra.Mas estou por fora da pesagem. Sim, reconheço que a coisa tem acontecido... lentamente, mas o bom é que tem acontecido!!
Muitas pessoas culpam extremamente a comida pelo insucesso no processo de emagrecimento o que é uma inverdade!! Nós somos os grandes culpados e enquanto não nos conscientizarmos disso, iremos sempre praticar o ato da gula e buscar um culpado. SEMPRE TEM QUE TER UM, NÉ?
A alimentação, muito pelo contrário, nos ajuda a manter um corpo equilibrado, com um metabolismo acelarado e até a evitar a compulsão por abstinência, por dias sem comer direito.
Já coloquei a culpa em muitas coisas: marido, trabalho, estudo, hormônio, sogra...

"Só estou esperando passar esse final de ano que está muito tumultuado..."

"Ahhh ...essa turma não me dá tempo para pensar em mim, mas ano que vem será diferente..."

"Quando eu terminar esse curso, poderei ter mais tempo para mim..."

"Deixa meu(minha) filho (a) estar maior, sair dessa escola, começar a namorar..."

"Quando eu estiver dirigindo poderei levar minha própria alimentação e será melhor..."

"Ahhh...esse mês entro na academia e me animo e tudo fica diferente..."

                                                                             ...

Não tirei essa frases de nenhum livro ou site da net, essas entre muitas outras foram as desculpas que eu mesma dei, palavras que saíram de minha boca, tentando enganar a mim mesma.
Não estou uma Lady e nem com um autocontrole exemplar pra ficar dando moral aqui, mas consciência disso eu já tenho e algumas grandes conquistas eu já fiz:
  • Não como fora de hora.
  • Lanches, pizzas, salgadinhos e refrigerantes não fazem parte de meu hábito alimentar.
  • Tenho respeito pela comida, assim ela me respeita.
  • Sei que o processo é lento e acredito nele.
  • Reconheço o valor da água.
A passos lentos vou progredindo. Posso melhorar? Sim.
Em quê?
  • Esquecer os chocolates por um tempo maior.
  • Inserir mais frutas no cardápio diário.
  • Abusar das saladas.
  • Habituar-me aos chás diariamente.
  • TEMPO TEMPO TEMPO TEMPO para uma atividade física.(Acho que no momento é o mais importante).
  • Praticar mais atividades com a família e amigos (cinema, musiquinha ao vivo, teatro, voagens, etc).
E assim eu prossigo...A lentos passo como já havia planejado, mas caminhando, SEMPRE!!!

Nenhum comentário: