quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Casei comigo mesma...

Todos os dias quando acordo, respiro fundo e busco toda energia do meu interior para poder cumprir mais 24 horas de muito amor, carinho e cuidado comigo mesma.
É um estimular a cada amanhecer e uma afirmação de que posso, de que consigo e que no momento nada me tirará desse foco que me deixa cada vez apaixonada por mim.
Tem sido um casamento perfeito comigo mesma, e uma promessa de amor eterno que me impulsiona cada vez mais a fazer o que é certo e o que for melhor para que eu consiga superar todos os desafios e meus limites interior.
Tem dias que vem a incredulidade, o desânimo, a cobrança excessiva, a insegurança e começa a briga, o conflito interno...uma luta de um só que me deixa esgotada. Mas logo vem a compreensão de que todo casamento que se preze gera conflito e nada que um bom diálogo e uma extrema confiança não resolvam e façam reascender essa chama louca novamente. Preciso apenas alimentar esse amor, já sei direitinho cada passo é pra ser dado, já possuo uma autointimidade que não me permite me enganar, me sabotar.
E a esse amor eu prometo me doar e honrar em todos os dias de minha vida!

2 comentários:

Prisca, insana criança disse...

Amor próprio é o início de tudo, inclusive do nosso amor aos outros. Mas às vezes é uma luta desenvolver esse amor.

Jeeh Antunes disse...

É isso ai flor, quando nos casamos com nós mesmas e desenvolvemos um amor próprio aprendemos a nos gostar, cuidar e querer o nosso bem e assim chegamos ao nossos objetivos!!
Beijoss...
;*