terça-feira, 3 de novembro de 2015

Tudo que sou....


Aos 40 percebo que não se dá pra fazer tudo na vida. Vivi um casamento precoce aos 17, aos 23 me realizei em dobro sendo mãe e quando cheguei aos trinta percebi minha existência no mundo. Foi quando a partir daí me graduei, me habilitei e pude tomar coragem pra ir onde quisesse e ser quem pudesse. O tempo corre demais, as buscas são incessantes e graças a Deus por isso. É pura utopia achar que o mundo é totalmente alcançável, procuro valorizar o que conquisto e sonho ser valorizada pra me deixar conquistar. Não moro sozinha, pois não sei ser feliz solitária. Acredito que esteja no meio do caminho da vida que me foi destinada na qual não tem mistério, mas é aberta apenas aos que me fazem sentir bem. E enquanto a pessoa certa não me achar fico dando risada das erradas mesmo...e olha que nem estou tão escondida assim. rsrs ♡♡♡
O mais importante mesmo é ser feliz, assumir os erros e viver o presente sem se pressionar pelos anseios sociais, afinal, nem tudo depende da gente. #fato